Agora que já não é necessário, já não importa. Não adianta dizer que se perderam os valores, as palavras doces e a educação porque isso não passam de palavras gastas. Parvos são os Homens que escrevem iludidos no romantismo do ser, na paixão do ódio e na ilusão. Limitem-se à realidade, ao que têm e um pouco às coisas a que chamam sonhos. 

publicado por Rita às 21:34 | link do post | comentar