Quarta-feira, 30.03.11

Valsa.

Os teus longos cabelos doirados são um convite de entrada para o teu segredo.

No instante em que te sinto e em que revejo no teu olhar perdido o nosso amor desejo intensamente perdeu-me em ti e afagar-te as mais bonitas ondas do teu corpo. 

Ainda bem que te foste embora, eu não ia resistir.

A valsa dançada em redor de nós e os nossos corpos caídos no chão, depois de uma noite de confidências e de desamores, são das coisas mais bonitas que os nossos olhos já viram.

Veste a inocência, aquela que perdeste comigo, e sai pela nossa porta fora. Leva os cabelos doirados e corta-os pela raiz, para que não sejam nunca mais tentadores aos olhos de quem os vê. 

Doce pecado, soas à melodia nunca ouvida e ao pensamento longe de ser vivido. És o ser mais divinal que algum dia poderei tocar e o encarnado dos teus lábios forma uma barreira às palavras que não devem ser ditas.

Imagino-te um dia, bem longe destes tempos que são os nossos, perdida da razão e esgotada dos amores fugazes. Vais carecer do teu mais belo doirado e do que outrora foram as ondas mais bonitas do teu corpo. 

Quando aí percorreres o meu corpo e o teu, vamos dizer adeus aos mais pequenos contos e fazer de conta. 

E, fugindo às comparações fúteis, quero-te de corpo e coração.

És tudo aquilo que eu nunca fui e tudo aquilo que nunca serás sem mim. 

publicado por Rita às 21:30 | link do post | comentar
Domingo, 27.03.11

Alguma coisa deve estar melhor quando...

 

 

 

 

 

...se passa a madrugada a ver FRIENDS e nos sentimos bem. 

publicado por Rita às 14:18 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Sábado, 26.03.11

Vontades.

Hoje apetece-me a destruição e estou sedenta de ti. Vai-te embora daqui, deixa-me em paz. 
Não te odeio com todas as minha forças, limito-me a passar-te ao lado. Estou exausta das crenças não justificadas, cansada de corpos mortos. Segue a rua iluminada pelos candeeiros a cair de velhos e deixa-me aqui. A noite sempre foi mais bonita para fazermos o que realmente queremos. Sempre nos libertou de preconceitos e de medos. Agora não há passos de voltas, não há mais caminhos que te tragam para trás. 
Destróiem-se as vidas, as pessoas e os sonhos do Mundo. Sempre te disse que seria melhor não me teres, não me desejares tanto.
Estou sedenta de ti...e apodreço, entretanto.

 

 

"Mais um dia para me fazer sofrer.(...)Eu descanso e o Mundo já lá vai."

publicado por Rita às 14:27 | link do post | comentar | ver comentários (2)
Quinta-feira, 24.03.11

olhos cor de mel

Diz adeus ao Mundo enquanto te despedes de ti mesmo.
Corpo, tão cansado estás do quão pirotesco és. Não há paciência, nem tão pouco gosto. 

Agarra-te à cintura que gerou o teu filho e sê homem, uma vez na vida. Esquece os outros olhos castanhos cor de mel, eles só te levam para onde não deves. É aqui que estás bem, no tecto que conheces e no colo de quem te ama desde o dia em que te viu. Segura-te nas peles mortas, onde ainda há coração. Os outros olhos apenas te vão levar-te ao prazer, à sedução e à morte do desejo. 
Fica em casa, é onde pertences. 

publicado por Rita às 21:43 | link do post | comentar | ver comentários (6)
Segunda-feira, 21.03.11

Morrer de amores.

Quando vais fica o vazio, quando vens fica a dor.

Não sei mais o que te chamar. Uma nuvem negra que paira sobre mim, possivelmente. Não és paixão, não és vazio, és tão pouco e tão tudo. 
Cheiras a um perfume intocável e sabes a uma presença constante. Em ti encontrei, num dia bem longe deste, um local para onde fugir nos dias mais escuros, um punho de paz e de amor. Hoje canto-te, de ódios e amores perdidos, de bem longe. Não estás mais aqui, nem eu. 
Sufocam-me as pessoas, a Morte e o fogo do teu olhar.
O fogo desses olhos que foram os últimos a ver-me enquanto ainda me encontrava meio lúcida. Os últimos olhos a verem-me com vida.  

publicado por Rita às 22:21 | link do post | comentar | ver comentários (2)

mais sobre mim

Março 2011

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
14
15
18
19
22
23
25
28
29
31

posts recentes

.

desdeabrildedoismiledez


tags

pesquisar neste blog

 
blogs SAPO