Vive.

As coisas mudam e isso não vai mudar. As lágrimas vão continuar a cair e vai continuar a doer, meus amigos. O amor, essa droga que nos prende para nunca mais nos largar começa a ferir o que ferido sempre foi. Coloquem-se menos para cá e menos para lá. Nada é para sempre e ambos sabemos que todos sabem disso.

Vale a pena acreditar? Depende. Até que ponto? Não sei.

tags:
publicado por Rita às 20:06 | link do post | comentar